terça-feira, 6 de março de 2007

Significativas vitórias!

Você sabia que o número de imóveis desocupados ou subutilizados em São Paulo é maior que o número de famílias que não tem onde morar?

Alguns destes imóveis foram ocupados por famílias, que os limparam e, além de fazer destes locais sua morada, ainda montaram bibliotecas e promovem diversas atividades culturais, com a ajuda de muita gente engajada, de diversos ramos, que os apóiam. Mesmo assim, a Prefeitura promete despejar estas famílias, reintegrando a posse de imóveis abandonados há quase duas décadas a proprietários que devem fortunas em IPTU.

No dia 9 de fevereiro, cerca de 300 pessoas que moram nestes prédios abandonados no centro de São Paulo, acamparam ao lado da Prefeitura, no Viaduto do Chá, reivindicando uma audiência com as autoridades a fim de resolver o problema de tantas famílias que não tem moradia.

A manifestação começou por conta da marcação de uma data para retirada das famílias sem-teto dos prédios ocupados no centro da cidade, que começaria no dia 25 de fevereiro pelo edifício Prestes Maia – símbolo da luta do Movimento Sem-Teto. As famílias querem uma definição, começando pelo cancelamento do despejo, para esta situação. Ao mesmo tempo, representantes do Movimento Sem Teto conseguiram ser recebidos por senadores e ministros.

O acampamento durou 12 dias, quando foi fechado um acordo com as três esferas de governo. O Movimento conseguiu vencer mais uma batalha: o despejo das famílias do edifício Prestes Maia foi adiado por 60 dias, assim como o encaminhamento de algumas propostas.

A mobilização não está sendo acompanhada pela “grande mídia”, que ignora o problema. Depois, os “[Carlos da vida]” que consideram qualquer tipo de manifestação um ato antidemocrático, emitem opiniões (quando seu dever é informar) esdrúxulas, passando a idéia de que estas pessoas não passam de baderneiros.

A revista Caros Amigos publicou em seu site, matéria de Marcos Zibordi e Ana Yumi Kajiki sobre a mobilização do Movimento Sem-Teto em São Paulo. Também o Centro de Mídia Independente e tantos outros blogs e fontes alternativas de informação estão acompanhando a mobilização.
___
Para saber o que de fato está acontecendo, indicamos:

- Fórum Centro Vivo:
Dossiê violações dos direitos humanos no centro de São Paulo: propostas e reivindicações para políticas públicas.

- A matéria da Caros Amigos:
"A Saga dos Sem-Teto"
(ZIBORDI, Marcos e KAJIKI, Ana Yumi)

- As matérias no Centro de Mídia Independente:
"Resultado das reuniões entre MSTC e governos". 26/02/2007:
"Canudos é aqui!". 17/02/2007:
"Acampamento diante da prefeitura é desmontado após acordo". 17/02/2007:

E também outros dois sites com notícias das mobilizações e ótimo trabalho que estes grupos vem realizando em suas ocupações:

Experiência Imersiva Ambiental - EIA

Integração Sem Posse
____

Nenhum comentário: