terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

Dia de Visita

Nada de cabeça na mira de uma HK. Nada de cidadão José metido a Charles Bronson, nem cheiro de morte e pinho sol. Nada de clima tenso ou cala frios. Definitivamente a Av. Cruzeiro do Sul, altura do número 2500, no bairro do Carandiru, não é mais o cenário cantado por Mano Brown em Diário de Um Detento (claro que cenários como o da música dos Racionais ainda existem, mas estão em outros endereços, no interior paulista).

Localizado na área onde antes era endereço da Casa de Detenção, o Governo do Estado criou o
Parque da Juventude (mais informações sobre o Parque aqui). Hoje em dia o local oferece um complexo cultural recreativo que ocupa uma área de 120 mil m² com alamedas, jardins, bosques, árvores ornamentais e frutíferas. Conta ainda com uma pequena Mata Atlântica, de 16 mil m², além de quadras poliesportivas, pista de skate e de corrida, assim como, programas culturais, cursos, concertos e exposições.

Todos os finais de semanas de dezembro de 2007, o Parque abrigou a exposição Arte Cor Ação (veja blog do evento aqui) , com telas criadas por vários grafiteiros como Zezão, Chivitz entre outros. Abaixo, algumas fotos:



Telas maiores ficaram coladas nas grades:



Telas menores foram expostas no corredor.


_________
fotos: Pula o Muro - dezembro 2007
***

Nenhum comentário: