segunda-feira, 7 de abril de 2008

Só leia se tiver lido a postagem anterior

Só depois de publicada a ultima postagem é que me dei conta de que talvez haja um equívoco. No penúltimo parágrafo disse: "Os dias atuais também são os da solidão, e esta também é outra contradição: quanto mais se ampliam os canais de comunicação e se encurtam distâncias, mais raros são os contatos".

Há quem discorde, e como me pareceu justa a observação, faço questão de registrá-la.

O outro olhar diz que com a ampliação do espaço, nossos relacionamentos também se ampliam, conhecemos pessoas através da internet, trocamos idéias. Portanto, seria impossível manter contato com todas estas pessoas. Ou seja, ao invés de diminuirmos os contatos, acontece o inverso: aumentamos o número de conhecidos mas mantemos o contato com os de sempre, nossos amigos do bairro, do trabalho, da escola etc...

Eu classificaria como ideal esta forma de utilização da internet e de relação social. Quem consegue mantê-la, parabéns. No entanto, creio também que muitos acabam se afastando, não por conta DA tecnologia, mas pela alma dos nossos negócios (do nosso tempo), da qual a tecnologia é, talvez, o maior símbolo.

Pois então aí está, a divergência não invalida o conteúdo e por isso as duas visões estão expostas. Agora o raciocínio está completo!

Nenhum comentário: