quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Recapitulando

por Júlio Canuto.
.
Esta semana voltei a ler o velho safado: Bukowski.

Desta vez foi seu ultimo livro: Pulp, de 1994, poucos meses antes de sua morte (se estivesse vivo, Buk completaria 90 anos no próximo dia 16).

Como muito bem descreve Ennui, do Blog Calma e Café:

"É uma longa carta de despedida na qual o velho Buk retoma seus temas favoritos: Os fracassados, as prostitutas, o alcoolismo e a atmosfera sórdida dos botecos de Los Angeles. Neste último mergulho num mundo cambaleante, Bukowski veste a pele de Nick Belane, detetive barato que se atrapalha com todos os casos que lhe caem nas mãos: desde vulgares flagrantes de adultério até uma grotesca invasão espacial.

Sua principal cliente é "Dona Morte", bela misteriosa que o contrata para seguir a pista de um sósia do escritor francês Céline.

A atmosfera lembra os filmes e romances "B", para consumo popular, chamados "Pulp" nos EUA.

Obra leve e despretensiosa. Buk mantem o bom humor, mesmo diante do fim iminente. Miss you in this hell, ol'master... "


Da obra, destaco, em especial, um trecho da página 131 desta impressão da L&PM POCKET, onde Bukowski, através de Belane, reflete sobre sua vida e o mundo:

"Assim, no dia seguinte eu estava em meu escritório. Uma tarefa ainda restava: encontrar o Pardal Vermelho. Não tinha ninguém batendo na porta com mais serviço. Ótimo. Era hora de recapitular, recapitular para mim mesmo. Afinal de contas, eu havia feito tudo o que havia proposto na vida. Dera os passos certos. Não dormia na rua. Claro, havia um bocado de gente boa dormindo nas ruas. Não eram idiotas, apenas não se encaixavam na maquinaria necessária para o momento. E essas necessidades viviam mudando. Era uma luta desigual, e se a gente dormia na própria cama já era uma preciosa vitória contra as forças. Eu tivera sorte, mas alguns dos passos que dera não os dera inteiramente sem pensar. Em geral, porém, era um mundo horrível, e eu muitas vezes me sentia triste pelos outros.

Bem, ao diabo com isso. Peguei a vodca e tomei um trago."


http://bukowski.net/

______________________

- mais do velho safado no Pula o Muro clique aqui.

Um comentário:

. disse...

APesar do aspecto "foda-se" da escrita dele, achei tudo tão melancólico... Vou ler mais dele, com certeza. Mas mais pra frente. :B

Tô te seguindo ;)