sábado, 8 de janeiro de 2011

Obsolescência programada

Julio Canuto

Um dos objetivos mais importantes deste blog é alertar seus leitores sobre a enganação da publicidade, que procura criar necessidades a todo instante. Para tanto, temos até um tópico intitulado Consumo consciente, no qual reunimos todas as postagens referentes ao tema. São 46 postagens com esta marca, terceira maior do blog, que só fica atrás de "arte e cultura" e "ensaios e reflexões".

É evidente que hoje a crítica ao consumismo não faz coro apenas a uma ideologia anti-capitalista. Tem-se a consciência de que o consumo desenfreado é um dos grandes males do mundo atual, pois está intrinsecamente ligado a questões de valores, que acabam por desencadear atitudes individualistas, visões de mundo deformadas, contrárias à idéia de comunidade, sociabilidade, sociedade, cidadania, além de alimentar uma indústria que pouco se importa com o futuro das próximas gerações, mas apenas em aumentar seu lucro de maneira rápida, mesmo à custa da degradação ambiental.

A postagem de 31 de dezembro de 2010 trouxe este problema na forma do terrorismo poético, provocando a todos com a questão, colocada no documentário de MaicknucleaR: somos apenas mais um mero pedaço de carne?

Temos também criticado a forma como os governos encaram o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) como sinônimo  de desenvolvimento nacional. Particularmente o governo brasileiro, no qual centramos nosso foco, tem feito inúmeras ações no sentido de estimular o consumo. E isto não vem de hoje. Há décadas o sentido de desenvolvimento nacional é entendido, pela elite governante, como resultado do consumo desenfreado. E dá-lhe isenção de IPI - Imposto sobre Produtos Industrializados! E dá-lhe Natal, dia dos namorados, dia dos pais, das mães, das crianças, do cachorro, do papagaio... 

Este pensamento, porém, não está restrito apenas ao governo brasileiro ou aos países "em desenvolvimento", mas apresenta-se como um ideal global. SER é TER. Felizmente, há quem combata esta ideologia em todo o mundo.

A dica abaixo veio através do blog pimenta negra, de Portugal.  
O canal 2 da RTVE, televisão pública espanhola, emite no próximo Domingo, 9 de Janeiro, às 22h., um documentário sobre o fenómeno da obsolescência programada que se tornou a filosofia produtiva de um crescente número de empresas e que se tem mostrado como um motor da economia industrial. "Comprar, tirar, comprar" é o título do documentário, realizado por Cosima Dannoritzer, que foi rodado na Catalunha, França, Alemanha, Estados Unidos e Gana, e descreve não só o fenómeno através de casos concretos e ilustrativos, as consequências ambientais negativas dele decorrentes, mas ainda exemplos de resistência que está a alastar entre os consumidores e as alternativas apresentadas que pretendem salvaguardar a economia e o meio ambiente, como é o caso dos irmãos Neistat, do programador informático Vitaly Kiselev, ou do catalão Marcos López. (PIMENTA NEGRA)
Abaixo um trailler deste documentário, que é na verdade uma pesquisa sobre a vida útil dos produtos. O momento é oportuno para o tema, já que, passado o natal, as grandes lojas fazem o chamado "saldão", para acabarem com seus estoques, com produtos a preços bem menores que há duas semanas atrás. Cabe-nos perguntar: por que o valor mudou tanto de uma semana para outra?


Enquanto você pensa nesta questão, assista ao trailler. Assim que tivermos acesso ao documentário completo, com certeza ele irá ao ar neste blog.
.
Comprar, descartar, comprar



ASSISTA O DOCUMENTÁRIO COMPLETO EM

2 comentários:

Rita André disse...

Postagem muito útil e informativa, obrigada.

Rita André,
Portugal.

PuLa O mUrO disse...

Olá, Rita.

Amanhã colocaremos o documentário completo! Hoje você já pode ver no site da RTVE.ES

Abraço.