sábado, 22 de dezembro de 2012

E o mundo não se acabou

por Julio Canuto

Essa história de fim do mundo é tão antiga quanto o mundo... ou ao menos desde que o Homem apareceu na Terra.

Abaixo você tem uma bem humorada história sobre crença no fim do mundo. Um samba-choro de Assis Valente, na interpretação de Carmem Miranda e acompanhamento do Conjunto Regional. Gravado em 9 de março de 1938. Letra e música de "e o mundo não se acabou".

Anunciaram e garantiram que o mundo ia se acabar
Por causa disso a minha gente lá de casa começou a rezar
E até disseram que o sol ia nascer antes da madrugada
Por causa disso nessa noite lá no morro não se fez batucada

Acreditei nessa conversa mole
Pensei que o mundo ia se acabar
E fui tratando de me despedir
E sem demora fui tratando de aproveitar
Beijei na boca de quem não devia
Peguei na mão de quem não conhecia
Dancei um samba em traje de maiô
...e o tal do mundo não se acabou!

Chamei um gajo com quem não me dava
E perdoei a sua ingratidão
E festejando o acontecimento
gastei com ele mais de quinhentão
Agora eu soube que o gajo anda
dizendo coisa que não se passou
Ih! vai ter barulho e vai ter confusão
... porque o mundo não se acabou!


Nenhum comentário: