domingo, 28 de setembro de 2014

Vitória dos Movimentos Culturais de São Paulo

por Julio Canuto

Após longa luta dos movimentos de cultura da periferia paulista, as Casas de Cultura retornam para a administração da Secretaria Municipal de Cultura. A oficialização ocorreu na noite da ultima sexta feira (26.09.2014), na Praça das Artes, no centro de Sampa.

A SMC, em sua página no portal da Prefeitura de São Paulo, afirma que o decreto "é resultado de mais de um ano de discussões entre as secretarias envolvidas e os movimentos culturais." 

Confira os 18 espaços transferidos: 
  • Casa de Cultura do Butantã (Butantã/zona oeste), 
  • Casa de Cultura Palhaço Carequinha (Capela do Socorro/zona sul), 
  • Casa de Cultura Salvador Ligabue (Freguesia do Ó-Brasilândia/zona norte), 
  • Casa de Cultura Chico Science (Ipiranga/zona sul), 
  • Casa de Cultura Itaim Paulista (Itaim Paulista/zona leste); 
  • Casa de Cultura Raul Seixas (Itaquera/zona leste), 
  • Casa de Cultura do Tremembé (Jaçanã-Tremembé/zona norte), 
  • Casa de Cultura Tendal da Lapa (Lapa/zona oeste), 
  • Casa de Cultura M’Boi Mirim (M’Boi Mirim/zona sul), 
  • Paço Cultural Julio Guerra (Santo Amaro/zona sul), 
  • Casa de Cultura Cora Coralina (Santo Amaro/zona sul), 
  • Casa de Cultura Manoel Cardoso de Mendonça (Santo Amaro/zona sul), 
  • Casa de Cultura São Miguel Paulista – Antonio Marcos (São Miguel/zona leste), 
  • Casa de Cultura Campo Limpo (Campo Limpo/zona sul), 
  • Casa de Cultura de Cidade Tiradentes (Cidade Tiradentes/zona leste), 
  • Casa de Cultura Brasilândia (Freguesia do Ó-Brasilândia/zona norte), 
  • Casa de Cultura Lajeado (Lajeado/zona leste) e  
  • Casa de Cultura São Mateus (São Mateus/zona leste). 

As próximas ações, que também constam do decreto, são:

Criação de uma comissão de transição da administração dos espaços, que será composta por representantes das Secretarias de Coordenação das Subprefeituras e de Cultura. 
Serão realizadas reuniões específicas com os gestores e subprefeitos, a fim de apresentar com clareza as diretrizes e colocar em discussão as propostas de ocupação destes locais estratégicos. 
Serão organizadas quatro audiências públicas do programa da Secretaria Municipal de Cultura destinado à construção colaborativa de políticas públicas, o #ExisteDiálogoemSP/CasasdeCultura. 

A SMC também informa que "após ter concluído a transição de sua administração, serão criados conselhos participativos das Casas, que ajudarão a definir o funcionamento dos espaços, atendendo às necessidades específicas de cada região".

Leia a notícia na íntegra, clicando AQUI.

O Fórum de Cultura da Zona Leste alerta:

Não sabemos  ainda em que condições estas casas retornam, a questão da estrutura, dos profissionais que estarão a frente disso, as supervisões de cultura, a  abertura de concurso público, dotação orçamentária própria, como é que  fica a questão da lei das casas de cultura, a forma de gestão, a  participação popular, a construção de ao menos uma casa para cada distrito,  enfim, uma coisa é certa: 

EXIGIMOS A CULTURA FORA DO BALCÃO DE NEGÓCIOS  por entender que CULTURA É DIREITO!  

O Decreto 55.547, de 26 de setembro de 2014 pode ser lido AQUI.

__________________________
FÓRUM DE CULTURA DA ZONA LESTE - FCZL - 
 #PelaLeideFomentoAPeriferia

Postagens relacionadas:

Manifesto pela Cultura na cidade de São Paulo. 09.agosto.2014: http://pulaomuro.blogspot.com.br/2014/08/manifesto-pela-cultura-na-cidade-de-sao.html

2% do orçamento para a Cultura já! Carta aos vereadores. 03.dezembro.2013: http://pulaomuro.blogspot.com.br/2013/12/2-do-orcamento-para-cultura-ja-carta.html


Nenhum comentário: