quarta-feira, 27 de maio de 2015

Não, não é isso, mas é isso também.

por Julio Canuto

O objetivo deste blog é trazer olhares alternativos. Não cabe aqui defender uma verdade, mas apenas provocar a reflexão. A verdade, se existe, é inalcançável. O que há são ângulos, pontos de vistas, verdades particulares e algumas mentiras ou equívocos. Por isso o título confuso dado a essa postagem.

O vídeo a seguir cai como uma luva para o objetivo do blog. Trata-se de uma entrevista com Jorge Caldeira, cientista político, que nos mostra um outro ponto de vista da história do Brasil. Para ele, o Brasil foi feito de baixo pra cima, do povo para a elite, e não o contrário. Essa afirmação contraria vários pensadores brasileiros que servem de base para a nossa formação sociológica. O brasileiro da periferia domina mais os valores do Brasil que os acadêmicos. O tal "brasileiro médio" é o que sabe viver o Brasil, e para isso não é necessário teorizar e, desconfio, seja uma tarefa quase impossível. 

A provocação, no entanto, não é feita por um "brasileiro médio", mas por um acadêmico, e certamente se você tem algum interesse pelo tema da formação do Brasil, irá se interessar em assistir essa entrevista disponível no canal de Jorge Mautner, no youtube, na série ONCOTO. 

Uma longa e interessantíssima conversa.

Nenhum comentário: